Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Setembro e o recomeçar.

por Maria Joana Almeida, em 02.09.16

Lindas-Imagens-Setembro-Imagens.jpg

 

 

 

 

 

 

Setembro. O mês que marca o início do ano letivo e um mês especial para este blog que está a poucos dias de comemorar o seu primeiro ano de existência. Um ano de um projeto pessoal que me tem dado a oportunidade de partilhar a minha visão; o trabalho de pessoas de áreas específicas que muito admiro e o reconhecimento através de um feedback muito positivo que se tem mostrado fundamental para continuar.

 

É inevitável abordar como primeiro tema a colocação de professores, porque este é também o mês onde os professores conhecem as escolas onde ficaram colocados e onde muitos ainda aguardam colocação.

 

No último texto de final de Julho apontei como um dos aspetos positivos, a indicação, por parte do Ministério da Educação, de uma atempada colocação de professores. O novo grupo à frente do Ministério da Educação tem vindo a demonstrar uma postura mais próxima da realidade das escolas e mais próxima dos professores tendo conseguido, numa total oposição aos últimos anos, uma postura mais agregadora. Acreditei, juntamente como muitos professores, na celeridade da publicação das listas de colocação. Quando saíram, apenas a dia 30 de Agosto, não pude deixar de ficar surpreendida pelo conhecimento tardio. Por um lado feliz pois mantive a colocação na mesma escola o que muito me agrada, mas por outro lado algo desiludida por considerar que a publicação das listas continua a ser tardia o que não coincide com o discurso e percurso até aqui demonstrado por este "novo" Ministério da Educação.

 

No entanto, a verdade é que a extinção da Bolsa de Contratação de Escola e a utilização de uma lista única acabou por trazer resultados positivos. A lista foi somente conhecida a 30 de Agosto mas, tal como avançou o jornal Diário de Notícias “Em 2015, por esta altura, estavam colocados 3782 professores. Este ano, sobretudo devido à extinção das Bolsas de Contratação de Escola, estão preenchidas 7306 vagas antes do início do ano letivo” http://www.dn.pt/portugal/interior/concurso-dos-professores-quase-duplica-colocados-antes-do-arranque-das-aulas-5364131.html .

E isto é um bom presságio.

 

Relativamente à Bolsa de Contratação de Escola fui favorável à sua existência porque entendia ser uma forma de promover mais autonomia nas escolas e a possibilidade de lançar um perfil necessário tendo em conta as especificidades de cada espaço educativo. A verdade é que esta plataforma acabou por apresentar erros; ser pouco célere e duplicar colocações nos professores em várias escolas simultaneamente adiando o início de um ano escolar a tempo e horas. Desta forma a sua extinção, tal como estava concebida, acabou por se tornar menos uma barreira a um início de ano com menos sobressaltos.

 

Esperemos que seja um quebrar de um ciclo que trouxe inúmeros problemas a muitas escolas, muitos professores e especialmente a muitos alunos que em muitos casos privou turmas inteiras de professores até meio do ano letivo.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:06



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D