Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Educação sem rótulos

por Maria Joana Almeida, em 18.09.15

4.JPG

 No grande tema da Educação, principalmente nas dificuldades que são vividas por vários jovens e, por conseguinte, por várias famílias, é importante atribuir um nome a uma dificuldade específica ou perturbação ao nível do desenvolvimento/aprendizagem. Permite pegar na “ponta do novelo”, encaixar num conceito e administrar um “tratamento”. Mas é essencial fazê-lo sem rótulos.

 

Sem rótulos porque, quando classificamos uma dificuldade sentida por uma criança em idade escolar, quando atribuímos um rótulo (vejamos os mais conhecidos no universo da educação especial: hiperativo, disléxico, síndrome de oposição, déficit de atenção) estamos, por um lado a organizar comportamentos, mas por outro, quase inconscientemente, a quebrar a individualidade de cada um. O Mário e a Maria poderão ambos ser apelidados de disléxicos, mas a Maria não é igual ao Mário e a intervenção não é, nem deverá ser, unitária e unilateral.

 

Ao longo dos anos como professora de Educação Especial tenho tido, a par de alguma instabilidade regular sobejamente conhecida nesta área, a sorte de ter passado por várias experiências tanto no ensino público como no ensino privado. Trabalhei com crianças com comprometimentos cognitivos; problemas comportamentais e sociais, dificuldades de aprendizagem e perturbações do desenvolvimento.

 

Apesar de toda a diversidade por onde passei e continuarei a passar, existe um denominador comum essencial e, esse sim, verdadeiramente fundamental para o desenvolvimento de todos: a capacidade de investimento do professor e o poder da relação afetiva. Mais do que a identificação de um problema e aplicação de uma solução muitas vezes massificada e generalizada, é a qualidade da relação, respeitando sempre a identidade, que permite a evolução.

 

Este é um blog sem rótulos. Tem o intuito de partilhar, com uma cadência semanal, à segunda feira, um conceito, um artigo que permita a reflexão e dar a conhecer o meu trabalho de intervenção nesta área.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:36



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D